6 dicas para combater o hacker de celular e aprimorar os dispositivos de segurança


Em todo o mundo, o mercado de telefonia móvel atingiu uma saturação de proporções épicas. Na verdade, de acordo com um relatório de março de 2017 da International Data Corporation (IDC), Previsão Mundial de Smartphones 2017-2021, "1,53 bilhão de unidades vendidas em 2017, um aumento de 4,2% em relação ao 1,47 bilhão de unidades vendidas em 2016. A partir daí, os envios chegarão a 1,77 bilhão de unidades em 2021". O que, para ser franco, significa que existem, e continuará a existir, uma enorme quantidade de dispositivos móveis sendo usados em todo o mundo.

Image_BillionHackedEmail_243x150.jpg

Você confia na sua tecnologia para lidar com dispositivos e dados?

Saiba o que está em jogo quando se trata de escolher uma tecnologia para a sua empresa que capacite os funcionários e mantenha em segurança as informações comerciais críticas.

BAIXE O EBOOK

Enquanto isso é uma ótima notícia para quem precisa ficar conectado a amigos, familiares, clientes e colegas, também significa que, devido a uma proliferação semelhante de hackeamento de celulares, seus dados estão mais vulneráveis do que nunca. Felizmente, há várias coisas simples que você pode fazer para aumentar a segurança para celulares, proteger seus dados e manter suas informações pessoais privadas. Vamos dar uma olhada:

  • Mantenha seu software (e seus aplicativos) atualizados. Pode parecer básico, mas manter o software do telefone e os aplicativos que você baixou atualizados é algo que muitos de nós simplesmente acabamos por não fazer (ou esquecemos de fazer). Claro, isso pode levar algum tempo, e sim, pode trazer algumas novas e frustrantes alterações nas interfaces que você conhece e adora, mas também garantirá que o software de segurança do seu telefone e seus aplicativos estejam atualizados, o que pode proteger você contra hackers e impedir que suas informações pessoais sejam usadas.
  • Use ferramentas baseadas na nuvem que dão acesso a arquivos em seus dispositivos e estão sempre protegidas com os softwares e patches de segurança mais recentes. Isso não apenas elimina a necessidade de verificar regularmente se há atualizações de software para aplicativos essenciais, mas também permite que você trabalhe em praticamente qualquer lugar, em seu telefone, laptop, computador ou tablet.
  • Tenha cuidado com o que você instala. Todos adoramos novos aplicativos, coisas que tornam nossas vidas mais simples, mais produtivas ou nos oferecem uma saída para que tenhamos um pouco mais de diversão. No entanto, alguns aplicativos pedem que você conceda a eles permissão para ler seus arquivos, acessar sua câmera ou usar seu microfone. Às vezes, essas coisas são necessárias, mas também tornam você vulnerável a hackeamentos. Em última análise, cabe a você decidir se conceder a um aplicativo essas permissões vale o risco de segurança para celulares que ele pode causar, portanto, considere se esses riscos superam os benefícios e aja adotando a decisão que julgar apropriada.
  • Desconfie de acesso Wi-Fi público gratuito. Todos adoramos Wi-Fi gratuito, mas quando se trata da segurança do seu telefone, não usar o Wi-Fi público gratuito pode ser a maneira mais simples de evitar que o telefone seja hackeado. Afinal, as redes Wi-Fi podem ser facilmente falsificadas por hackers que estão apenas esperando para aproveitar maliciosamente da sua confiança e usar todas as informações que você armazena em seu telefone. Isso aconteceu muitos anos atrás, durante as Olimpíadas de Sochi, quando milhares de pessoas acessaram o Wi-Fi público e acabaram por permitir involuntariamente que hackers acessassem seus telefones e todos os dados contidos neles.
  • Só carregue seu telefone em casa, no seu carro ou em um espaço seguro e confiável já que o carregamento público por USB pode não ser seguro. Afinal, além de fornecer uma corrente elétrica, seu cabo de carregamento USB pode enviar e receber dados. E, se esse cabo estiver conectado a uma fonte de energia desconhecida, ele poderá permitir que hackers se conectem ao seu telefone e copiem suas senhas, informações bancárias, contatos pessoais, fotos, emails, mensagens de voz e texto e qualquer outra informação armazenada em seu dispositivo.
  • Defina uma senha para o dispositivo. Por mais simples que pareça, dificultar a abertura do seu dispositivo pode impedir que o telefone celular seja hackeado antes que ele seja iniciado. Com um logon por biometria ou uma senha realmente desafiadora, você pode tornar seu telefone incrivelmente difícil de abrir, e isso pode ajudar a manter todas as informações armazenadas no telefone mais seguras. É claro que, se um hacker estiver determinado a invadir seu telefone, existem maneiras de contornar o sistema, mas ao bloquear seu telefone automaticamente (imediatamente após o uso), você pode ganhar uma camada adicional de proteção móvel que pode, eventualmente, frustrar possíveis hackers o suficiente para fazê-los desistir.

Embora a segurança para celulares seja um imperativo moderno, ela não precisa ser difícil de praticar. Com algumas precauções simples, como manter seus aplicativos e sistema operacional atualizados, carregar seu telefone em um espaço privado e seguro e configurar sua tela de bloqueio adequadamente, você pode melhorar a segurança do telefone e proteger as informações das quais você depende.

Produtos relacionados

surface laptop com o word

Introdução ao Office 365

É o Office que você já conhece, com as ferramentas para trabalhar melhor em equipe e produzir mais, a qualquer momento e em praticamente qualquer lugar.

Compre agora