Perguntas e respostas: Como a Molly Moon's usa dados analíticos para retribuir


A Molly Moon's é uma lenda local. Uma próspera e estimada empresa de sorvetes com oito lojas em Seattle e arredores e a missão de tornar o mundo um lugar melhor. Denise Brown controla a Molly Moon's e é a pessoa com a maior responsabilidade de garantir que os valores da empresa se traduzam no resultado final.

"Faço todo o trabalho com os dados, toda a contabilidade, para a empresa." Brown diz que a Molly Moon's se esforça para ser "o empregador mais legal do setor", constantemente retribuindo, tratando os funcionários corretamente e participando ativamente da comunidade local.

Uma empresa pode realmente ser financeira, ambiental e socialmente responsável e ainda continuar sendo lucrativa? Perguntamos à Brown como a Molly Moon's torna isso realidade e como a empresa usa os dados analíticos para alcançar seus objetivos.

P: Sua missão é mudar o mundo, uma colherada de cada vez. Quais são alguns exemplos disso e como a análise de dados ajuda você a desenvolver seu trabalho visando essa missão?

R: Tentamos ter um impacto social verdadeiramente positivo. Fazemos parcerias com organizações que tratam de desabrigados ou famílias que precisam de alimentos ou apoio, buscamos a justiça social e somos politicamente ativos. Além disso, desde que a empresa foi fundada, tudo que saía da Molly Moon's era 100% compostável, além disso, apostamos sempre em fontes locais. Desde o início, pagamos salários dignos a todos os funcionários, com assistência médica totalmente paga para quem trabalha mais de 20 horas por semana. Fazemos o melhor que podemos para oferecer compensações que ajudem as pessoas a viver em Seattle.

É importante planejar esses elementos desde o início, em vez de dispô-los em camadas conforme você se torna mais bem-sucedido. Se a Molly não tivesse criado um negócio desde o início que lhe permitisse fazer tudo isso, acho que ela teria feito algo diferente. Isso foi realmente fundamental para a criação da empresa.

Dê vida aos seus dados

Saiba como criar histórias valiosas e envolventes que representem perfeitamente os seus dados.

Baixe o ebook gratuito

P: Como membro do departamento financeiro e de análises da empresa, como essa missão afetou seu papel?

R: Na minha carreira financeira, as decisões tomadas são orientadas pelo lucro. Portanto, quanto maiores forem as vendas e menores os custos, maior será o alcance no mercado. Na Molly Moon's, essas considerações são importantes, mas igualmente importante é saber que tipo de impacto isso terá no meio ambiente? O que trará mais felicidade para as pessoas que nos cercam? Como prestamos apoio à comunidade? Como continuamos a ser uma marca que não é vista apenas como um produto, mas como uma empresa com uma missão?

P: Como você sabe que sua abordagem de "fazer o bem" está funcionando?

R: Ouvimos nossos clientes e a comunidade. Nossos funcionários sentem que são membros de algo que faz o bem. Temos muitos programas que oferecem aos funcionários oportunidades de participar mais diretamente. Por exemplo, no final do ano, dispomos de uma certa porcentagem do nosso orçamento, e nossos funcionários votam em como querem doar esse dinheiro. Cerca de 95% dos funcionários fazem doações retirando de seus próprios salários, e a empresa iguala esse valor e ainda acrescenta mais.

P: Qual papel os dados analíticos desempenham no fortalecimento da missão da Molly Moon's de "fazer o bem"?

R: Usamos os dados para identificar nossas expectativas de vendas, para realmente direcionar o que precisamos gastar com a folha de pagamento, em ingredientes. Precisamos ser incrivelmente precisos, por isso sabemos o que podemos oferecer à comunidade ao longo do ano da forma mais eficaz possível. Sem o insight dos dados, seria como dar tiros no escuro.

P: Seria possível oferecer benefícios como assistência médica gratuita e licença familiar remunerada sem os números e insights para provar que eles funcionam?

R: Eu realmente não acho que poderíamos. A despesa associada aos benefícios é uma parte importante dos nossos gastos e, se não formos realmente precisos no direcionamento e nos orçamentos, não teríamos a capacidade de planejar com a mesma generosidade que planejamos. É fundamental para todas essas decisões saber exatamente como nossa empresa se comportará.

O plano empresarial original da Molly contava com a ideia de oferecer bons empregos com grandes benefícios para os funcionários. Ela realmente só queria ter certeza de que isso estaria no centro do negócio desde o início.

rich heading alt

P: Vocês compartilham o tratamento de dados com toda a organização?

R: Na verdade, sim. No caso da nossa equipe de gerenciamento, somos 100% transparentes, portanto, todas as informações financeiras e de desempenho são compartilhadas com nossos gerentes. Isso não apenas ajuda a tomar decisões mais acertadas, mas também faz parte do trabalho de desenvolvimento profissional que realizamos. Assim, compartilhamos com o chefe de turno informações sobre como a empresa está se saindo em relação aos objetivos, à satisfação dos funcionários e dos cliente, à popularidade dos sabores. Ou seja, as informações mais relevantes para as pessoas nas lojas também.

Uma coisa que é realmente importante em relação aos dados é poder criar uma ótima representação visual desses dados para pessoas que normalmente não trabalham com números. Não importa se é um gráfico de barras, um gráfico de pizza ou algum tipo de gráfico de linhas, a ideia é representar os dados de uma forma que as pessoas possam compreender, digerir e processar rapidamente o que eles representam e de uma maneira realmente significativa para elas. Temos um pequeno escritório, e é realmente muito bom estar bem ao lado da equipe de operações que sabe como os gerentes de loja, de cozinha ou de área precisarão visualizar e usar esses dados.

P: Quais dados uma pequena empresa deverá observar se estiver tentando ser lucrativa e, ao mesmo tempo, responsável ambiental e socialmente?

R: Acho que acompanhar coisas como a satisfação dos funcionários, a produtividade e a satisfação dos clientes (e controlar o volume ao longo do tempo, como as transações aumentam) provavelmente seja a principal forma de fazer isso. Muitos desses dados não são tão mensuráveis quanto os custos de vendas e a folha de pagamento e quanto dinheiro você está ganhando com um sabor especial de sorvete, mas é por eles que eu começaria.

P: Tornar o mundo melhor é obviamente uma coisa boa, mas é mais fácil falar do que fazer. Essa deveria ser uma missão para todas as pequenas empresas?

R: Sinto que isso seja extremamente importante. Para pequenas empresas, retribuir à comunidade que apoia você traz compensações para os negócios. Embora pareça mais difícil fazer essas coisas no início, acho que o retorno, em apenas sentir como se você fosse parte de algo maior do que a empresa, como se estivesse apoiando as pessoas que você contrata, as pessoas que vêm às suas lojas e aquelas que talvez não tenham recursos para isso, tudo isso compensa exponencialmente.

Uma empresa que coloca seus valores no centro de tudo aquilo que faz terá mais sucesso já que esse tipo de paixão surge de formas diferentes.

Produtos relacionados

surface laptop com o word

Introdução ao Microsoft 365

É o Office que você já conhece, com as ferramentas para trabalhar melhor em equipe e produzir mais, a qualquer momento e em praticamente qualquer lugar.

Compre agora