Passos essenciais para criar uma empresa de sucesso


Grupo de pessoas a rir e a falar sentadas à volta de uma mesa com portáteis

Criar a sua própria empresa é uma experiência fantástica e entusiasmante, repleta de expetativas e possibilidades. É uma altura na sua vida em que tudo pode e virá a acontecer. É um processo marcado pela criatividade, paixão e pura audácia. É bastante empolgante.

No entanto, antes de poder festejar, tem muito trabalho pela frente. No final de contas, começar a sua própria empresa exige mais do que um simples sonho ou ideia. É algo que exige muito capital. Exige planos bem definidos, linhas de orientação e muito mais. Contudo, não vá abaixo com todos esses desafios. Você consegue superá-los! Tem tudo o que é preciso, apenas tem de saber como organizar e apresentar a empresa aos potenciais investidores e aos seus clientes. Assim sendo, vamos abordar alguns desses desafios para que possa começar a criar a sua empresa com o pé direito.

Escreva o seu Plano de Negócios

A criação de uma empresa começa com um plano. Embora isto possa parecer difícil, não tem de o ser. Os planos de negócios são bastante repetitivos e isso acontece por um motivo: para o ajudar a compreender o caminho que está a seguir e atrair investidores. De um modo geral, a U.S. Small Business Administration (SBA) recomenda a utilização de sete secções para qualquer plano de negócios. Incluem:

  • Resumo da empresa: fornece uma visão breve sobre o que a sua empresa faz e por que razão vai ter sucesso.
  • Descrição da empresa: fornece informações detalhadas sobre a sua empresa, os problemas que resolve e as organizações e/ou empresas e clientes com os quais terá uma relação comercial. Nesta secção, deverá mencionar as suas vantagens competitivas, os especialistas na sua equipa, etc. Utilize-o para sublinhar os seus pontos fortes.
  • Análise de mercado: fornece detalhes sobre a sua perspetiva do setor e o seu mercado-alvo. É aqui que deve descrever o que está a ser feito por outras empresas, quais os pontos fortes das mesmas e como é que a sua empresa pode concorrer no mercado.
  • Organização e gestão: nesta secção, deve explicar como é que a sua empresa está estruturada e quem a irá gerir.
  • Serviço ou produto: esta secção permite-lhe apresentar informações detalhadas sobre os produtos e/ou serviços que irá fornecer.
  • Marketing e vendas: aqui indica como irá divulgar a sua empresa e fornece detalhes sobre a sua estratégia de vendas.
  • Pedido de financiamento: se precisar de financiamento, utilize esta secção para descrever o montante de que irá precisar durante os próximos cinco anos e como o irá utilizar.
  • Projeções financeiras: aqui apresenta o seu histórico financeiro, projeções bem fundamentadas, balanços, extratos, etc. (se a sua empresa já estiver estabelecida).
  • Anexo: utilize esta secção opcional para incluir conteúdos como currículos, licenças, autorizações, patentes, documentos legais, etc.

Se ainda não tiver a certeza sobre como começar um plano de negócios ou se achar que criar um do zero dá mais trabalho do que está disposto a ter, existe algum software de criação de documentos com modelos abrangentes para o ajudar durante o processo.

Investigue a Concorrência

Quer seja para o seu plano de negócios ou para melhorias contínuas, compreender a concorrência antes de criar a sua própria empresa e durante a respetiva atividade é fundamental. Pode sempre utilizar o seu motor de busca favorito para recolher dados, ler publicações do setor e seguir a concorrência nas redes sociais, mas existe outro recurso do qual pode estar a esquecer-se: o seu programa de processamento de texto. Consoante o programa que tiver, poderá realizar pesquisas diretamente do seu plano de negócios ou ficheiros. Com funcionalidades que o ajudam a encontrar assuntos relacionados e conteúdos de fontes fiáveis, pode obter informações valiosas sem ter de sair do seu documento.

O guia completo para reuniões

Saiba como criar as melhores reuniões possíveis para a sua organização de forma eficaz e eficiente.

Obter o eBook

Obtenha o seu Domínio e Identificadores de Redes Sociais

Assim que criar o nome da sua empresa e tiver conhecimento da presença online (e offline) da concorrência, pode preparar-se para competir no setor e para obter financiamento. Isto significa que está na altura de obter os nomes de domínio do seu site e e-mail. Ao fazê-lo, poderá começar a trabalhar no seu site, comunicar com clientes e potenciais investidores a partir de um endereço de e-mail profissional (em vez de um serviço online gratuito) e começar a criar a sua presença digital, mesmo antes da sua inauguração oficial.

Além dos nomes de domínio, deve criar identificadores de redes sociais. Segundo um estudo encomendado pela Infosys, a "consistência da marca em vários canais é um fator significativo nos gastos dos consumidores, onde 63% dos compradores afirmam que a consistência da marca tem influência nos seus gastos. Além disso, 34% dos inquiridos afirmam que um nível elevado de consistência da marca traduz-se no aumento de gastos, enquanto a falta de consistência reduz os gastos de 39% dos consumidores".

Nota: idealmente, o domínio do seu site e e-mail deve ser o mesmo (ou o mais idêntico possível), fácil de memorizar e pouco extenso. Além disso, os seus identificadores de redes sociais devem ser iguais ao nome da sua empresa.

Crie uma Previsão Financeira

As previsões financeiras são não só um dos passos mais importantes para criar uma empresa, como uma tarefa contínua que o pode ajudar a compreender o caminho que está a seguir (em termos financeiros) e ajudar os investidores a tomar decisões mais informadas, bem como as suas próprias decisões sobre determinados aspetos da empresa. No entanto, embora a ideia de criar previsões possa parecer algo complicado, não tem de ser um especialista em economia para fazê-lo. Na verdade, pode utilizar um software de folhas de cálculo que lhe permita criar previsões financeiras com apenas alguns toques no teclado. Para começar, só precisa de ter alguns dados históricos baseados na hora ou data. O seu software pode ajudá-lo não só a prever futuras vendas, como a prever requisitos de inventário e tendências dos consumidores.

Crie uma Apresentação Apelativa Para Obter Capital

Ao pedir capital a investidores, um plano de negócios e um dossier com factos e números só ajudam até certo ponto. Eventualmente, terá de se reunir pessoalmente com os mesmos e é aqui que uma boa apresentação pode ajudá-lo a destacar-se. É claro que esta terá de incluir todos os dados importantes, mas também pode (e deve) dar-lhe a oportunidade de partilhar a sua paixão, conhecimento, produtos e serviços e todos os motivos que justifiquem o investimento.

Evite sobrecarregar a sua audiência com demasiada informação. Segundo a Forbes.com, uma apresentação não deve incluir mais do que 20 diapositivos, não deve ser demasiado longa e deve apresentar gráficos de boa qualidade e um esquema fácil de seguir/compreender. É aqui que um software de apresentação adequado pode ser útil. Com modelos, funcionalidades de edição fáceis e a capacidade de incluir palavras, imagens e gráficos, bem como de os manipular para que tenham um aspeto perfeito, o software que escolher pode fazer toda a diferença.

Existem vários passos na criação de uma empresa e o percurso desde a sua "grande ideia" até à inauguração oficial pode ser desgastante (e um tanto atribulado). No entanto, pode ser uma das experiências mais entusiasmantes e gratificantes que terá na vida. É claro que pode sentir-se nervoso, o que é normal. Contudo, com ferramentas e suporte adequados e a sua paixão e empenho, pode tornar o seu sonho em realidade e, para além de criar uma empresa, pode desenvolvê-la de modo a crescer e prosperar com o tempo.

Um Surface com o Word

Começar a utilizar o Microsoft 365

É o Office que já conhece com as ferramentas que o ajudam a trabalhar melhor em equipa, para poder ser mais produtivo a qualquer altura e em qualquer lugar.

Comprar Agora